Anuncio top


Anuncio top


Saúde do Trabalho Segurança do trabalho

Protetor Solar na Área da Segurança e Saúde do Trabalho

O sol é fundamental para que haja vida no planeta. Estudos comprovam que ele levanta o astral, estimula a produção de vitamina D no organismo e traz inúmeros benefícios.

Mas se alguns cuidados não forem tomados, o mocinho da história se transforma em vilão. Isso porque, entre os raios solares estão os temidos ultravioletas A e o B, mais conhecidos por UVA e UVB.

Suas principais características

Os raios UVB ocorrem entre 10h da manhã e 3h da tarde. Eles atingem profundamente a epiderme, alterando o DNA das células cutâneas e as proteínas que as envolvem.

São os grandes responsáveis pelo câncer de pele e pelas queimaduras solares. Pequenas quantidades desses raios chegam à derme e contribui para o envelhecimento precoce e para o bronzeamento.

O ponto positivo dos UVB é estimular a produção da vitamina D pelo nosso organismo, importante principalmente para as crianças e mulheres após a menopausa.

Os raios UVA por sua vez, manifestam-se 30 minutos depois do nascer do sol e vai até 1 hora antes dele se pôr. Eles estimulam a produção de melanina, o pigmento responsável por dar cor à pele.

Quando surge na epiderme, a melanina começa a barrar parte desses raios. Os que penetram vão até a derme e tem uma reduzida ação cancerígena. Seu grande efeito, é sobre o fotoenvelhecimento. Eles alteram as fibras de colágeno e elastina, provocam rugas e flacidez, produzem radicais livres e causam manchas.

Proteção

A arma contra tudo isso é o filtro solar. Este produto consegue bloquear até 95% dos raios UV, agindo como escudo para pele. A eficácia do filtro solar depende do seu fator de proteção solar, os chamados FPS que tanto vemos nas embalagens. Ele é que determina a quantidade de tempo de ação.

A pele quando exposta ao sol sem proteção, leva um tempo para ficar vermelha. Quando se usa um filtro solar com FPS 15, a mesma pele levará 15 vezes mais tempo para avermelhar.

O filtro solar deve ser usado diariamente por todas as pessoas, independente de exposição direta ou não ao sol. Essa proteção é a principal forma para prevenir os males causados pelo sol.

Protetor solar é considerado Equipamento de Proteção Individual?

Partindo para a área de Segurança e Saúde no Trabalho, primeiro é importante destacar que creme protetor é diferente de protetor solar.

De acordo com a Norma Regulamentadora n° 6, o creme protetor tem a finalidade de proteger os membros superiores, contra as ações causadas por agentes químicos, como gases, vapores, poeiras entre outros componentes que os trabalhadores possam ficar expostos durante as atividades laborais. Considerado um EPI.

O protetor solar por sua vez tem a função de proteger a pele contra as radiações causadas por períodos de exposição ao sol e não está relacionado como EPI, até o momento, na NR 6, por não possuir o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho e Emprego. O Ministério da Saúde ou a ANVISA é que são responsáveis por emitir a autorização para que esses produtos sejam vendidos.

Porém vale ressaltar que o protetor solar deve ser fornecido pela empresa a todos funcionários que realizam trabalhos ao ar livre, cumprindo as determinações da Norma Regulamentadora n° 21, que especifica todos os cuidados para garantir a saúde e qualidade de vida durante a atividade laboral.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *