Anuncio top


Anuncio top


eSocial Saúde do Trabalho Segurança do trabalho

O impacto econômico dos acidentes de trabalho

Conceito de economia

Economia é a organização de um país. Essa estrutura pode ser entendida de várias maneiras, como exemplo: a arte de administrar uma casa ou um estabelecimento, a contenção ou moderação nos gastos, o controle para evitar desperdícios em qualquer serviço ou atividade.

O nível de empregos vai depender da saúde econômica do país, pois se uma empresa estiver produzindo além do que o mercado está comprando, a tendência é diminuir sua produção e, consequentemente, demitir colaboradores.

Outro assunto constante nos noticiários é a movimentação das bolsas de valores, onde toda a operação de capital é feita eletronicamente.

Assim os mercados financeiros estão interligados, e por isso, quando vários investidores, tem ao mesmo tempo a iniciativa de retirar capital de determinado país, fazem com que as finanças mundiais entrem em oscilação, derrubando ou elevando índices de bolsas e cotações de moedas.

Acidentes de trabalho

Outro fator que interfere na economia de um país, são os gastos gerados com os acidentes de trabalho.

O Brasil configura em quarto lugar no ranking mundial. Cerca de 22 acidentes são registrados por hora no país.

De acordo com dados divulgados o ano passado pelo Ministério do Trabalho, entre os anos de 2012 e 2017, aproximadamente quatro milhões de acidentes e doenças do trabalho foram registrados, o que gerou gastos em despesas previdenciárias acima de R$ 26 bilhões.

A indústria é o setor com maior registro de acidentes e esses números além de representar custos para a Previdência Social, também geram gastos de mais de R$ 12 bilhões por ano para as empresas privadas. Esses dados são computados junto com a perda de produtividade.

A redução de acidentes gera ganhos substanciais em produtividade e menos gastos com o FAP, o Fator Acidentário de Prevenção, que tem o seu valor influenciado pelo registro de acidentes da empresa nos dois últimos anos.

Segurança e Saúde no Trabalho

Esses números evidenciam a importância do trabalho do profissional de SST dentro das empresas e mostram o quanto o Brasil necessita de uma política de prevenção de acidentes de trabalho mais completa e ativa.

Identificar os riscos e apontar as melhorias e cuidados necessários para evitar os acidentes, são os principais objetivos do Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais, o PPRA, que seguem as determinações da Norma Regulamentadora de número 9.

Lembrando que a elaboração do PPRA é obrigatória em toda empresa que tenha a partir de um colaborador exercendo atividade laboral.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *