Anuncio top


Anuncio top


Qualidade de vida Saúde do Trabalho

Não desista de você mesmo!

Setembro chegou e com ele uma campanha em prol da vida ganha cada vez mais força no país. Estamos falando do Setembro Amarelo, um mês totalmente voltando à prevenção ao suicídio.

Esse é um problema que atinge milhares de pessoas. De acordo com informações divulgadas pela Organização Mundial da Saúde, é a segunda causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos no mundo inteiro. Dados também apontam que 9 entre 10 pessoas que acabam tirando a própria vida, sofriam de algum tipo de transtorno psiquiátrico.

Entre os problemas, o mais comum é a depressão. Ainda com base nas informações da OMS, essa é uma doença que cresceu 18% em dez anos e há previsão que seja o problema de saúde mais incapacitante do planeta, sendo considerado também o mal do século.

Sinais de Alerta

Os sintomas mais comuns nas pessoas que sofrem com a depressão são:

– Sentimentos persistentes de tristeza, ansiedade, desesperança, pessimismo, culpa;

– Falta de cuidado com a higiene pessoal e a aparência

– Mudanças bruscas no humor;

– Insônia;

– Perda de apetite;

– Perda de energia e desinteresse por atividades preferidas;

– Isolamento social;

– Negligência das responsabilidades e atividades diárias;

– Abuso no consumo de drogas, sejam lícitas ou ilícitas;

– Em jovens, é comum os sintomas de automutilação.

Ajuda

Conversar é o primeiro passo na prevenção ao suicídio, e diante de números alarmantes, é responsabilidade de toda a sociedade estar atenta aos sinais que indicam que a pessoa está passando por um momento difícil.

A verbalização dos sentimentos é fundamental para identificar o foco do problema e não podemos menosprezar o sofrimento do próximo, isso pode agravar a situação e induzi-lo a cometer o ato.

Quem apresenta os sintomas de depressão deve procurar um médico especialista, para análise clínica e tratamento adequado, que é feito com psicoterapia, podendo fazer uso de remédios antidepressivos ou ansiolíticos.

Porém, muitas vezes a pessoa não tem forças para buscar esse tratamento e se propor a acompanhar, a buscar junto com ela esse apoio médico é extremamente importante e faz a diferença.

O Sistema Único de Saúde está apto para atender de forma gratuita e assistir cada paciente no tratamento, através do Centro de Atenção Psicossocial, o CAPS.

O Centro de Valorização da Vida, o CVV, é parceiro do Ministério da Saúde na prevenção do suicídio, atendendo de forma voluntária e gratuita todas as pessoas que querem e precisam conversar, de maneira totalmente sigilosa pelo telefone 188 e no chat, acessando o site www.cvv.org.br. Ambos funcionam 24 horas e todos os dias da semana.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *