Anuncio top


Anuncio top


Legislação Segurança do trabalho

Eletricidade: Um choque de realidade

A Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia Elétrica, a Abradee, acaba de divulgar dados preocupantes, que apontam um crescimento no número de acidentes com trabalhadores envolvendo energia elétrica.

No total 891 pessoas se envolveram em acidentes e houve um registro de 271 óbitos em todo o país, somente no ano de 2018, sendo no ramo da construção civil o setor com mais casos.

Prevenção é tudo

A eletricidade faz parte da nossa vida. Ela está inserida em nosso dia-a-dia em praticamente todas as atividades e muitas vezes não nos damos conta dos cuidados que precisamos ter, para evitar choques elétricos e acidentes mais graves. 

Muitos dos acidentes acontecem por falta de atenção. Os perigos são de morte por choque elétrico ou marcas e sequelas que ficarão para sempre na pessoa envolvida.

No Brasil a Norma Regulamentadora de número 10, é a que estabelece as regras para segurança nos trabalhos que envolvem energia elétrica.

A NR 10 define os critérios para o trabalho seguro e as orientações sobre os esquemas unifilares, prontuário, procedimentos, inspeções, treinamento, especificações dos projetos de instalações elétricas e os EPIs.

Todo local de trabalho deve manter atualizado os esquemas unifilares de suas instalações elétricas, eles são desenhos técnicos que apresentam de maneira simples o sistema elétrico da empresa. Lá estão as suas especificações, sistema de aterramento e equipamentos de dispositivos de proteção.

Os locais com potência instalada, superior a 75 kw (quilowatt) devem fazer parte do Prontuário de Instalações Elétricas, conhecido como PIE. Nele fica definido os procedimentos e instruções de segurança e saúde e devem estar sempre atualizados. 

Também é necessário especificar os equipamentos tanto ferramentais quanto de proteção coletiva e individual e ainda reunir a qualificação, habilitação, capacitação e autorização dos trabalhadores e os seus treinamentos.

Capacitação

Entre todas as medidas de segurança, a capacitação dos trabalhadores que irão executar os serviços é uma obrigatoriedade de extrema importância.

De acordo com o Anexo II da NR 10, os trabalhadores devem possuir treinamento específico sobre os riscos decorrentes do emprego da energia elétrica e as principais medidas de prevenção de acidentes em instalações elétricas. 

Somente depois da conclusão e comprovação desse treinamento, é que a empresa pode conceder a autorização para que esse funcionário execute as atividades.

Na lista de prioridades não pode faltar a Permissão de Trabalho, o PPT, que é uma ferramenta de grande importância para prevenir, identificar e avaliar de maneira antecipada, os riscos na execução de trabalhos, que podem provocar danos às pessoas ou no ambiente onde esse serviço será realizado.

 Também não pode ficar de fora os resultados dos testes de isolação elétrica em equipamentos de proteção individual e coletiva, assim como as certificações dos equipamentos e materiais elétricos que serão usados.

A Safe conta com um time de profissionais altamente qualificados na área de SST, que ministram em todo território nacional o curso de qualificação que atende as exigências da NR 10, além de oferecer consultoria para empresas para elaboração do PPT e de todas obrigatoriedades previstas na Norma. Entre em contato e solicite um orçamento.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *